domingo, 11 de abril de 2010

Dívidas Pagas



 
Bem, a pouco mais de uma semana passaram-se datas especiais. uma delas foi a Páscoa, e a outra foi dia 06/04, onde foi o nascimento de Cristo. Isso mesmo, cristo nasceu em abril (Lucas 3:23. Jesus tinha exatamente trinta anos quando iniciou seu ministério. Se o seu ministério durou três anos e meio, obviamente ele tinha trinta e três anos e meio quando morreu. Como ele morreu no dia 14 do mês de Nisã, ou Nissan, que no nosso calendário cai entre os meses de março e abril ... bem , tenho muitas razões pra acreditar que mais exatamente no dia 06/04) ...
Bem, essas datas não tive como usar internet e com isso não pude postar aqui.

Quero deixar uma estória bem especial  como se fosse na data certa.


Certa noite, durante o cerco de Plevna, o Czar fazia uma ronda no acampamento e encontrou um homem que havia adormecido enquanto escrevia uma carta para sua esposa. O oficial contava sobre a dureza do trabalho atrás das trincheiras e dizia que aquilo não era nada comparado às suas muitas dívidas. "Quem pagará as minhas dívidas?" escreveu ele. Foi nesse momento, chorando, que ele adormeceu. O Czar, dando uma olhadela sobre os ombros do soldado, leu o que estava escrito no papel. Então, ele escreveu embaixo da pergunta: "Eu pagarei -- Alexander".

Quando o oficial despertou, não conseguia acreditar no que via diante de seus olhos. Seu coração saltava de alegria.



E o nosso coração, tem saltado de alegria por saber que as nossas maiores dívidas já foram pagas? Temos mostrado um sorriso constante por podermos descansar na certeza de que as dívidas que poderiam nos levar à perdição já foram quitadas?



A maior de todas as nossas dívidas era com Deus. A rebeldia do homem, a desobediência à vontade do Pai celestial, os interesses pessoais e o descaso em relação a tudo que temos recebido, para nossa alegria e felicidade, nos fizeram grandes devedores diante do Senhor. Como poderíamos pagar tão grande dívida? Haveria salvação para nós?



Sim, houve uma grande salvação. Alguém escreveu, com sangue, em nossa ficha celestial: "Eu pagarei a dívida". Alguém que nos amou sem que o merecêssemos. Alguém que, com muito carinho, resolveu nos abraçar e proteger. Alguém que rogou

ao Pai que nos perdoasse. Alguém que pediu permissão para nos preparar um lugar para estar com Ele por toda a eternidade. Não foi o pagamento de uma simples dívida de

dinheiro, mas o pagamento de nossa dívida espiritual, por nossos pecados, por nossa mesquinhez, por nosso egoísmo, por nossas mentiras, por nosso ódio, por nossa constante ingratidão. Jesus pagou o preço. Não temos mais dívidas.



Estamos livres. Livres para viver, para cantar, para dançar, para correr e apreciar, sem preocupações, a beleza da natureza. Ele pagou o preço com Sua vida. Ele morreu por nós. Mas não está mais morto -- Ele ressuscitou!!

2 comentários:

Matilde Portela disse...

tudo tão lindo nesse lindo blog, tudo tão encantador. Parabéns ,seu blog é tão acomchegante. Um super abraço

Quantas pessoas fazem você se sentir especial? disse...

Concordo plenamente!
Beijos e obrigada pela visita. E por gostar do meu texto.
Amei o seu blog...cheio de textos, clips... legal mesmo.
Volte quando quiser.