terça-feira, 5 de abril de 2011

O Sonho de Leí



1 NÉFI 8



 1 E aconteceu que havíamos juntado todo tipo de sementes de toda espécie, tanto de grãos de toda espécie quanto de sementes de frutas de toda espécie.
  2 E aconteceu que durante a permanência de meu pai no deserto, ele nos falou, dizendo: Eis que sonhei um sonho ou, em outras palavras, tive uma visão.
  3 E eis que, pelas coisas que vi, tenho motivo para alegrar-me no Senhor por causa de Néfi e também de Sam, pois tenho motivos para acreditar que eles e também muitos de seus descendentes serão salvos.
  4 Mas eis, Lamã e Lemuel, que eu temo excessivamente por vós; pois eis que em meu sonho julguei ver um deserto escuro e triste.
  5 E aconteceu que vi um homem e ele estava vestido com um manto branco; e ele pôs-se na minha frente.
  6 E aconteceu que me falou e ordenou-me que o seguisse.
  7 E aconteceu que enquanto o seguia, vi que eu estava num escuro e triste deserto.
  8 E depois de haver caminhado pelo espaço de muitas horas na escuridão, comecei a orar ao Senhor para que tivesse compaixão de mim segundo sua terna e infinita misericórdia.
  9 E aconteceu que depois de orar ao Senhor, vi um campo largo e espaçoso.
  10 E aconteceu que vi uma árvore cujo fruto era desejável para fazer uma pessoa feliz.
  11 E aconteceu que me aproximei e comi de seu afruto; e vi que era o mais doce de todos os que já havia provado. Sim, e vi que o fruto era branco, excedendo toda bbrancura que eu já vira.
  12 E enquanto eu comia do fruto, ele encheu-me a alma de imensa alegria; portanto comecei a desejar que dele também comesse minha família; porque sabia que era mais desejável que qualquer outro fruto.
  13 E ao olhar em redor para ver se acaso descobriria também minha família, vi um rio de água; e ele passava perto da árvore cujo fruto eu estava comendo.
  14 E olhei para ver de onde vinha; e vi que sua nascente estava próxima; e junto a ela estavam vossa mãe, Saria, Sam e Néfi; eles permaneciam ali, como se não soubessem para onde ir.
  15 E aconteceu que eu lhes acenei e também lhes disse, em alta voz, que fossem ter comigo e comessem do fruto, que era mais desejável que qualquer outro fruto.
  16 E aconteceu que indo eles ter comigo, comeram também do fruto.
  17 E aconteceu que eu desejava que Lamã e Lemuel também comessem do fruto; portanto olhei em direção à nascente do rio, a fim de ver se acaso os encontraria.
  18 E aconteceu que eu os vi, mas eles não quiseram ir ter comigo e comer do fruto.
  19 E vi uma barra de ferro que se estendia pela barranca do rio e ia até a árvore onde eu estava.
  20 E vi também um caminho estreito e apertado, que acompanhava a barra de ferro até a árvore onde eu estava; e passava também pela nascente do rio, indo até um campo grande e espaçoso que parecia um mundo.

            

Um comentário:

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

bom dia tudo bem andava sumida mas estou de volta doce anjo passa no meu cantinho tem selinho la para vc espero que goste
e este e para vc
http://lh6.google.com/brasilperolamf/R8WXuLkcDfI/AAAAAAAAAd8/NF2FWOaZht0/s800/r.gif
mil bjos e tenha um otimo dia